Angélica Anaira

 

''Nunca caminhe só, há sempre alguém que precisa andar ao seu lado. Mesmo que não perceba, sua vida influencia multidões.'' Angélica Anaira

______________________________________________________________________

 

Relatório Mensal / Missão Albânia - Setembro 2012

 

"Na primavera a temperatura começa a subir. O solo começa a ficar macio. Algumas sementes começam a crescer. Uma especial estação espiritual. Voce pode estar no inverno em alguma situação da vida mas deve estar sempre na primavera na vida espiritual". (Leon Evans)

 

    Querido Amigo (a),

    No mês de agosto eu fui a uma conferência de jovens e adolescentes que se chamava "Conhecendo Deus através das estações da vida". O que me motivou a ir a este encontro foi o fato de estar mais perto da cultura albanesa, ver o que eles comem, como cultuam, como se divertem, o que pensam, falam, como é a postura dos líderes entre eles, qual a relação entre líder e liderado, qual o nível de intimidade e fome por Deus que eles têm... Além de tudo, tinha um desejo de praticar a língua albanesa e criar novas amizades entre moças, já que em minha igreja a maioria são rapazes.

    Pensei que iria ouvir ensinamentos sobre a Bíblia, coisas que eu estava cansada de ensinar. Eu não esperava que Deus falaria tanto comigo ali. Ele me ensinou, me fortaleceu e abriu as portas para um novo tempo em minha vida. A mensagem que Deus trouxe ao meu coração foi:

"Deve ser sempre primavera em sua vida espiritual. Primavera é tempo de cantar de novo, de novidade. Para alguns de nós, Deus está trazendo a canção de volta ao seu coração".

    Você pode não acreditar, mas eu havia decidido não dançar por um longo período na Albânia. Eu não havia sentido paz para isso. Como conheço muito pouco da cultura, fiquei com medo de escandalizar alguns. Pelo fato de minha igreja não ter moças, eu não me senti a vontade de dançar/ministrar no meio dos homens.

    Era sábado à tarde quando eu estava jantando junto com a organizadora do evento, sendo que ela não sabia que eu era brasileira. Quando ela descobriu, logo me perguntou se eu sabia sambar e se podia participar da noite de talentos que eles teriam. É engraçado como nosso país é conhecido pelo samba e carnaval, eles acham que todo brasileiro sabe dançar. Expliquei a ela sobre a relação entre o samba e os cristãos e disse que infelizmente não sei sambar. Disse que dançava, mas não é o samba. Então ela insistiu para que eu participasse da noite de talentos. Tentei expor alguma de minhas ideias e ela disse que esta podia ser uma boa oportunidade de iniciar a dança, já que na conferência estávamos com um maior número de mulheres. Pensei no assunto, orei ao Senhor, e decidir COMEÇAR.

    Fui introduzida a um grupo de louvor da Bulgária a fim de ministrarmos juntos. Nós ensaiamos alguns minutos antes do culto e eu tive a oportunidade de explicar o sentido da dança e o que nós estávamos indo fazer. Falei sobre o significado das cores do uniforme. "Coincidentemente", as roupas que eu iria usar eram uma base beije - que trazia o sentido de um solo seco, ou talvez nossa essência - pode significar alguém vazio, pronto para receber; e a cor azul da veste de cima, neste caso, trazia a ideia da chuva vindo sobre o solo seco para que a primavera se inicie. Que venha a primavera para as nossas vidas!!!

    Deus falou muito ao nosso coração naquele pouco tempo enquanto treinávamos antes do culto começar. Parecia palpável a presença de Deus. Então, quando terminamos, eles me perguntaram: “qual é a sua história? O que você está fazendo aqui na Albânia?”. Após compartilhar o meu testemunho, ouvi uma frase que se tornou o motivo pelo qual estou escrevendo... Uma frase que me marcou. Trouxe para mim a esperança de estar no lugar certo. Confirmou mais uma vez o ministério de 'inspirar pessoas' para o qual Deus tem me chamado, e me incentivou a não desistir. A menina de apenas vinte anos que estava cantando disse: "Hoje eu entendi o porquê vim a esta conferencia. Apenas pelo fato de ouvir a sua história, já valeu a pena. Voltarei para meu país (Bulgária) com uma pergunta: o que eu tenho feito com a minha vida?".

    Naquela noite nós ministramos como um ato profético de que a igreja de Cristo são aqueles que o servem independente do lugar onde vivem e do idioma que falam. Estávamos adorando juntos na Albânia, havia músicos e cantores da Bulgária, eu, como dançarina brasileira, e nossa comunicação era feita em inglês. Deus tem o caminho certo e louco para cumprir cada um dos seus propósitos.

    Alguns minutos antes de chegar a minha vez de dançar, eu não estava muito confiante. Era aquele estilo de "noite de talentos" onde o pessoal leva na brincadeira, grita, dança, assiste de pé e nem presta muita atenção. Então, antes de mais nada, eu decidi compartilhar para o público um pouco do que íamos ministrar. Nesta hora parece que a atmosfera mudou... Todos se sentaram e, em silêncio, ouviram o que eu estava a dizer. Após a ministração, a mesma moça organizadora que havia me convidado a dançar me procurou e, com os olhos cheios de lágrimas, me agradeceu dizendo: "eu nunca vi coisa igual. Você realmente dança com o coração. Obrigada por aceitar o convite, você decidiu pelo certo a fazer". Foi tremendo o que Deus fez. As pessoas ficaram emocionadas enquanto ministramos a canção que dizia: "este é o meu desejo: te adorar Senhor. Senhor eu te dou meu coração, te dou minha alma, eu vivo só para ti. Cada vez que eu respirar e enquanto eu viver, faça tua vontade em mim".

    Resolvi compartilhar os detalhes desta história porque este fato tem aberto as portas para muitas 'novidades' na Albânia. Depois desta ministraçao na conferencia muitos pastores e lideres entraram em contato comigo. Muitos deles não estavam lá, mas ouviram de suas ovelhas o que aconteceu e querem que eu ensine nas igrejas ao redor da Albânia. É um tempo de orar e buscar do Senhor discernimento "por onde começar". Creio que virá um grande avisamento sobre este país e quero ser parte disto! Ore para que o Senhor use a dança como um instrumento de inspiração e vida nesta nação. Primavera é tempo de dançar outra vez...

Com carinho,

Angélica Anaira


______________________________________________________________________

 

Quer saber mais sobre a Albânia? Acesse o link abaixo e veja um informativo específico e algumas cu riosidades  sobre esse país!

www.icloud.com/journal/pt-br/#5;CAEQARoQKSzxnO5EREP2S5qs6VCqpQ;FDB8D5AA-4069-4504-B850-02579978C473

______________________________________________________________________

 
    Neste mês de setembro eu gostaria que você separasse um tempo para refletir nesta mensagem que preguei aqui na igreja da Albânia. É uma palavra que tem falado muito ao meu coração. Assista, compartilhe, envie para os amigos. E aproveite para ouvir um pouco da língua albanesa (rs). Deus abençoe você!
 

Vídeo Missão Albânia

Esta seção está vazia.

_______________________________________________________________________

CIA. Mudança

    Não importa se você dança, canta, pinta, toca ou prega. O blog do Mundaça é um espaço aberto e democrático para todos que se interessam por vida cristã e arte, nas suas mais diferentes formas. É claro que a dança vai ditar boa parte das discussões, afinal esse é um dos focos principais do nosso ministério, mas temos também um importante desafio por aqui: MOSTRAR QUE QUEM DANÇA, ANTES DE QUALQUER OUTRA COISA, PENSA. Exatamente. Muitas pessoas que nos vêem dançando às vezes se impressionam quando descobrem que entre os integrantes temos professores, psicopedagoga, dentista, analista internacional, jornalista, administrador e estudantes. E ainda mais: que o pessoal do grupo também prega! Mas por que o espanto? Por causa da cultura de que quem dança só dança. De quem quem dança só sabe falar sobre dança. E sinceramente não acreditamos nisso.

 

Acesse o blog do Mudança e saiba mais sobre esta arte cristã! http://ciamudanca.wordpress.com/

Novidades

Confira os novos posts no Diário de Bordo!

12/09/2012 01:16
Diário de Bordo